5 ilhas paradisíacas no sul do Brasil

O Sul oferece muito mais aos visitantes que somente frio; conheça cinco opções de ilhas que vão além das tradicionais praias do continente

Quando a gente fala em praia no Brasil, os primeiros locais que vêm à mente são o Nordeste e o estado do Rio de Janeiro, certo? Assim como falamos de frio e imediatamente pensamos em cidades do Sul. Mas o Brasil é um país tão surpreendente que até mesmo nisso é possível subverter. Isso porque o litoral do Sul do país também pode ser um destino surpreendente.

Não só pela famosa Florianópolis, ou ainda, pelos encantos de Bombinhas, Imbituba, Balneário Camboriú e outras badaladas praias de Santa Catarina. Esses são destinos já certeiros e que há anos oferecem estrutura de turismo, águas cristalinas e muita badalação.

Estamos falando de locais paradisíacos e que estão longe — ou nem tão longe – dos continentes. São as ilhas, que oferecem em sua maioria estrutura de visita diária ou até mesmo de temporada. Aliás, o Brasil possui três ilhas-capitais: a já citada Floripa, Vitória (ES) e São Luis (MA), e isso só comprova o quanto é preciso potencializar o turismo nesses pequenos pedaços de paraíso.

Escolhemos aqui a dedo cinco ilhas paradisíacas nos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul pra você colocar na sua rota de viagem. Ainda, descobrimos algumas particularidades que vão despertar a sua vontade de conhecer mais o litoral dessa região. Confira:

Ilha do Mel (PR)

Esse é um dos principais destinos do Sul e também já faz parte do roteiro oficial de quem gosta de praia. O local, que oferece total estrutura de turismo, é famoso pelas águas cristalinas e pela quantidade de golfinhos que podem ser vistos a olho nu. Localizado no município de Paranaguá, a Ilha possui 25 km de extensão de praias, algumas delas bem desertas.

Ainda, como área de preservação é preciso ficar atento, pois há a limitação de 5 mil visitantes por dia, como forma de preservar o local. Para chegar ao local é preciso pegar uma barca e não há possibilidade de acesso por carros, o que torna o local ainda mais único. Durante a baixa temporada, entre os meses de julho e agosto, a Ilha oferece o Jazz na Ilha, festival de Jazz já tradicional.

Ilha do Mel, no litoral do PR. Foto: ANPr

A Ilha já foi um destino bem “roots”, hoje oferece atrativos para todos os gostos. Recentemente, o local ganhou uma pousada de luxo pé na areia, a Ilha do Mel Lodges, localizada na Praia do Istmo, a 500 metros do trapiche da badalada praia de Brasília, e que conta com lodges do tipo loft com frente e fundos para o mar e demais atrações turísticas da Ilha do Mel. Além de estar cercada por praias, a pousada oferece estrutura completa para home office, e serviço de táxi aéreo para hóspedes.

Ilha também tem destino de luxo. Pousada Ilha do Mel Lodges é a primeira pé na areia da Ilha do Mel. Foto: divulgação.

Ilha das Peças (PR)

Pertinho da Ilha do Mel está localizada a Ilha das Peças, outro local de preservação e que surpreende os visitantes. A Ilha é conhecida pelo turismo comunitário, com famílias locais oferecendo dormitórios, alimentação e produtos artesanais para venda. A Ilha das Peças é considerada o paraíso de golfinhos, arraias e botos, e para quem gosta de sossego e contato com a natureza é o destino perfeito.

São mais de 18 km de praias desertas e muito ecoturismo, além de restaurantes que ofertam o melhor da culinária caiçara. Para chegar no local é possível sair de Paranaguá e também da Ilha do Mel. As águas calmas são ideias para crianças e para quem não é fã de muitas ondas.

A Ilha das Peças é um berçário de golfinhos.

Ilha de São Francisco do Sul (SC)

A Ilha de São Francisco do Sul é a segunda maior ilha do estado de Santa Catarina, perdendo apenas para a Ilha de Santa Catarina, onde está localizada a capital Florianópolis. O local é conectado ao continente por uma ponte e, ao atravessá-la, é possível encontrar uma cidade om oferta para todos os gostos. No total são nove praias, ou seja, tem praia calma, agitada, para surfistas, todas elas com águas cristalinas e muitas paisagens naturais para apreciar, além de dunas.

Conhecida carinhosamente como São Chico, a cidade é uma das mais antigas do país e é possível visitar um Centro Histórico charmoso, com muitas construções tombadas pelo patrimônio histórico.

São Chico.

Ilha do Campeche (SC)

Você já foi ao Caribe? Se sim, vai encontrar um pedacinho dele nesta ilha. Se não, não se preocupe. A Ilha do Campeche não deixa nada a desejar. Local com uma das águas mais transparente, azuis e calmas, a Ilha fica do ladinho de Florianópolis, e é um dos mais relevantes sítios arqueológicos do estado, com inscrições rupestres com mais de 5 mil anos. Por isso, é tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o Iphan.

Para ir até lá é preciso procurar barcos autorizados e no local, por dia, só é possível a visitação de 800 pessoas na alta temporada. Ao contrário de São Chico, Campeche oferece somente uma praia, com 500m de extensão, mas por lá é possível encontrar um restaurante que dá vistas para o paraíso.

Ilha do Campeche. Foto Juliano Pires

Ilha dos Marinheiros (RS)

A 7km de Porto Alegre, em meio à famosa Lagoa dos Patos, está a Ilha dos Marinheiros, local que preserva construções e ruínas do período colonial português. Além disso, o local oferece uma lagoa dentro da Ilha — isso mesmo -, a qual é possível acessar por dunas de areia que ficam ao lado de um santuário conhecido no local. Por lá, não deixe de experimentar a famosa Jurupinga, bebida típica local, e comer morango orgânico, produzido localmente.

Ilha dos Marinheiros. Foto: Kelvin Tomaz. Agência RBS

Saiba mais em Revista Empório

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Textos Interessantes

Você também pode se interessar

Headline

Never Miss A Story

Get our Weekly recap with the latest news, articles and resources.
Cookie policy
We use our own and third party cookies to allow us to understand how the site is used and to support our marketing campaigns.